Inverno

Dia Mundial do Meio Ambiente: sustentabilidade na produção de vinhos

04 Junho 2018 17:33:00

Sommelier indica algumas opções sustentáveis para celebrar a data

A Semana Mundial do Meio Ambiente é celebrada de 1 a 5 de junho, objetivando conscientizar a sociedade sobre a importância de preservar os diferentes tipos de ecossistemas. A preocupação com o meio ambiente e os recursos naturais ganha cada vez mais evidência no dia a dia das pessoas, a sustentabilidade tornou-se uma discussão geral, alcançando os mais diversos mercados, inclusive o do vinho.

Em vista dessa realidade, vinhos orgânicos, biodinâmicos e naturais se tornam cada vez mais populares. O sommelier da Decanter, Sidney Lucas, explica o que cada um representa e qual a diferença entre eles.

Vinhos orgânicos

A produção orgânica é ampla e precisa incluir toda a propriedade, é necessário tratar como um organismo vivo e qualquer desvio que possa haver no conjunto de regras afetará todos os outros. O conceito dessa forma de plantio não permite o uso de agrotóxicos. Para a prevenção de pragas, bactérias e doenças, utilizam meios alternativos de tratamento como água de cinza, enxofre, cal virgem, sulfato de zinco, de cobre e de potássio. Sidney alerta que para este tipo de produção, é fundamental ter alguns cuidados naturalistas durante a elaboração do vinho, mencionando no rotulo que o vinho é produzido com uvas orgânicas. O Von Bühl Riesling QbA Trocken 2016 é uma ótima opção de vinho orgânico, sua coloração palha cristalina e brilhante, oferece um deliciosamente frescor no nariz, com aromas cítricos, pêssegos e mineral. Na boca revela elegância e equilíbrio.

Vinhos biodinâmicos

A agricultura biodinâmica é adotada por muitas vinícolas em todo o mundo, essa prática prevê que as plantas significam para a terra instrumentos de percepção do cosmo. Não se aduba o solo para nutrir a planta, mas sim, para vivificar a terra, que transmitirá parte de sua virtude a planta que posteriormente passará para outro indivíduo, dessa forma, todo ser vivo para ser perfeitamente equilibrado precisa estar plenamente integrado ao ecossistema onde ele vive, sendo o mais natural possível. Nativo da Hungria, a indicação do sommelier é o Pendits Tokaji Aszú 6 Puttonyos 2004, é encontrado em uma região com grande presença de montanhas que moderam a temperatura com verões frescos e muito ensolarados. Em outubro o outono ensolarado e prolongado somado as névoas vindas do rio Bodrog favorecem o aparecimento da Botrytis nas uvas.

A viticultura e a enologia são regimentadas pela astrologia, todas as etapas de produção são feitas de acordo com as fazes da lua. "Na biodinâmica, o vinhedo deixa de ser uma monocultura e se torna uma vasta e complexa rede de microrganismos e animais trazendo equilíbrio ao meio. Na medida em que exclui o uso de pesticidas, naturalmente aumenta a incidência de pragas, porém, cada praga tem seus inimigos naturais que as devoram, é a cadeia alimentar", explica Sidney.

Vinhos naturais

Os vinhos naturais são aqueles cujos produtores tem por conceito interferir o mínimo possível na elaboração da bebida. A transformação do mosto em vinho acontece naturalmente, iniciada pelos açúcares naturais do mosto em contato com as leveduras selvagens presentes nas cascas da fruta. Esse tipo de produção dispensa o uso de quase todas as tecnologias disponíveis, as tecnológicas cubas de inox são substituídas por recipientes simplórios, como tanques de cimento ou ânforas de barro enterradas onde o vinho inicia o processo de fermentação.

Fermentado com leveduras indígenas em tanques inertes de concreto, o Valentini Trebbiano d'Abruzzo 2012, pode acompanhar uma galinha d'angola recheada com laranja, toranja, lima e especiarias, assada lentamente e regada com o fundo do assado.

O sommelier ressalta que durante a fermentação, não se controla a temperatura, os vinhos não passam por colagem e nem são filtrados para não perderem elementos de aroma e sabor. "A vinificação natural atinge níveis altíssimos de qualidade e tipicidade, é a mais alta expressão do terroir que existe, portanto, são vinhos que precisam ser compreendidos", finaliza Lucas.

Decanter

Uma das maiores e mais destacadas importadoras de vinhos do Brasil, a Decanter foi eleita a Importadora do Ano, na edição anual de vinhos da revista Gula. Fundada em Blumenau, em 1997, conta com mais de 50 distribuidores por todo o país, além da rede de Enotecas Decanter.

Seriedade, respeito ao cliente e uma política de preços convidativos têm sidos alguns dos suportes desse crescimento. No entanto, é a esmerada seleção de vinhos que dá corpo à empresa.



Imagens


LEIA TAMBÉM


Fique por dentro de todos os detalhes da Cãominhada



Décima edição do evento será realizada em Timbó, no dia 11 de outubro. Expositores do segmento de moda, artesanato, gastronomia e arte podem participar


Kinder Konzert será realizado no dia 6 de outubro no auditório Willy Sievert





Endereço: Avenida 21 de Janeiro, 1845, Centro - Pomerode SC
Fone: (47) 3387-6420 | Whatsapp: (47) 99227-2173 | jornalismo@testonoticias.com.br
Sobre o jornal | Facebook | Instagram | YouTube