H1N1

Vacina contra a gripe será liberada para toda a população a partir de segunda

Campanha para imunizar grupos prioritários termina nesta sexta. Quem quiser se vacinar deve procurar unidades de saúde.

Foto: Divulgação
Campanha de vacinação contra a gripe para os grupos prioritários vai até sexta-feira (31).

A vacina contra a gripe será disponibilizada para toda a população a partir de segunda-feira (3), informou nesta quinta-feira (30) a Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive-SC). A medida segue orientação do Ministério da Saúde (MS). A imunização somente para os grupos prioritários termina nesta sexta (31).

Conforme a Dive-SC, quem quiser se vacinar deve ir até uma unidade de saúde nos municípios que ainda tenham doses disponíveis - não serão enviadas aos estados mais vacinas, as que serão oferecidas são as restantes da campanha de vacinação. 

Até esta quinta, 77,71% do público-alvo no estado tinha se vacinado, sendo que a meta é de 90%. A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), porque essas pessoas têm mais chances de ter complicações e até morrer em decorrência da enfermidade. 

Cobertura vacinal do público-alvo em SC até 30/05: 

crianças (6 meses a menores de 6 anos): 71,17% 

gestantes: 66,76%

trabalhadores da saúde: 67,83%

mães até 45 dias após o parto:86,62%

povos indígenas: 87,80%

idosos com 60 anos ou mais de idade: 95,09%

professores: 84,67%

portadores doenças crônicas e condições especiais: 66,10%

população privada de liberdade: 59,16%

funcionários do sistema prisional:49,31%

profissionais das forças de segurança e salvamento: 36,49%

Mortes 

Cinco pessoas morreram por causa do influenza A (H1N1). Todas as vítimas tinham algum fator de risco para o agravamento da doença: um homem de 52 anos, morador de Tubarão (diabetes); uma mulher de 79 anos, moradora de Blumenau (diabetes e doença neurológica crônica); uma mulher de 48 anos, moradora de Jaraguá do Sul (diabetes e pressão alta); um homem de 54 anos, morador de Brusque (pressão alta e era fumante); e uma mulher de 67 anos, moradora de São Francisco do Sul (diabetes e doença renal crônica)

Casos no estado 

Segundo o último boletim da Dive-SC, até o dia 24 de maio foram confirmados 66 casos de influenza no estado, sendo 53 pelo vírus A (H1N1), 11 pelo vírus A (H3N2), 1 aguardando subtipagem, e 1 pelo vírus Influenza B.

Os municípios com casos confirmados foram: Blumenau (10) e Chapecó (10); Florianópolis (7); Joinville (6); Brusque (3), Itajaí (3) e Jaraguá do Sul (3); Balneário Camboriú (2), São José (2) e Tubarão (2); Armazém (1), Biguaçu (1), Braço do Norte (1), Camboriú (1), Criciúma (1), Flor do Sertão (1), Itaiópolis (1), Jacinto Machado (1), Lages (1), Maravilha (1), Navegantes (1), Palhoça (1), Penha (1), Pomerode (1), São Francisco do Sul (1), São João Batista (1), Tunápolis (1). Há ainda um caso de paciente residente em São Paulo, mas que foi atendido em Santa Catarina. 

Recomendações 

Os órgãos de saúde recomendam algumas medidas, além da vacina, de prevenção contra a gripe. Confira:

higienizar as mãos com água e sabão ou com álcool gel, principalmente depois de tossir ou espirrar e de usar o banheiro; 

higienizar as mãos antes das refeições; e antes e depois de tocar os olhos, a boca e o nariz;

evitar tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies potencialmente contaminadas (corrimão, bancos, maçanetas etc);

manter hábitos de alimentação saudáveis, com ingestão de líquidos e realização de atividades físicas.

Em caso de suspeita de gripe, o paciente deve procurar atendimento médico o mais rápido possível. O tratamento precoce com medicamento adequado reduz os sintomas e as complicações da doença e está disponível em todas as unidades de saúde e hospitais do estado, segundo a Dive-SC.


LEIA TAMBÉM


Campanha será feita em duas etapas. Casos da doença aumentaram mais 60% em pouco mais de duas semanas


O Estado possui 34 casos confirmados da doença até o dia 20 de setembro, de acordo com a Dive/SC



Infectologista explica o que é a doença, quais os sintomas, formas de contágio, e alerta para a imunização.





Endereço: Avenida 21 de Janeiro, 1845, Centro - Pomerode SC
Fone: (47) 3387-6420 | Whatsapp: (47) 99227-2173 | jornalismo@testonoticias.com.br
Sobre o jornal | Facebook | Instagram | YouTube