Eleições

Luiz Carlos Prates não será candidato em 2018

Jornalista nega convite de Bolsonaro para candidatura ao Senado

Foto: Equipe TN


Na sexta-feira, 10 de novembro, durante a sua participação diária em um telejornal de veiculação estadual, o jornalista Luiz Carlos Prates falou sobre o convite que recebeu diretamente da coordenação da campanha do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC), para concorrer a uma vaga no Senado por Santa Catarina em 2018. Ele agradeceu as manifestações de apoio, mas disse que sua resposta é não.

"Faz 35 anos que optei por viver e trabalhar em Santa Catarina e isso me fez sentir uma especial afinidade com os catarinenses que acompanham meu trabalho. O convite me levantou a autoestima e me deixou feliz, porque é um tipo de reconhecimento ao trabalho e a esta luta de todos os dias. Foi uma escolha difícil, mas optamos pelo que acreditamos ser o melhor para todos vocês. Prefiro continuar com as asas da liberdade do jornalismo, que sempre me permitiram poder comprar brigas nesta luta constante de querer ver a justiça aplicada com pulso forte", afirmou.

Na terça-feira, Prates falou para o Testo Notícias e reforçou a sua postura de se manter firme na defesa dos iguais aos quais sempre acreditou e que o convite exigia profunda responsabilidade. A filha do jornalista, Sheila Maria Prates, reforçou o agradecimento ao apoio que o pai recebeu de todos os catarinenses em suas redes sociais. "Aos milhares de catarinenses que nos apoiaram até o dia desta decisão, saibam que foi por vocês, que nos adotaram neste estado, que optamos pela nossa liberdade de expressão. Luiz Carlos Prates é um justiceiro. E justiceiros são livres. Santa Catarina, verás que um filho teu não foge à luta. Obrigada. Nunca iremos desapontá-los", declarou.

Confira: Vídeo Luiz Carlos Prates - SBT/SC



LEIA TAMBÉM


Há registro de 164 pontos de concentração de grevistas e 254 municípios com problemas no abastecimento de combustível


Conheça o exemplo do Projeto Crescer e Semear que atende 21 mil crianças em Santa Catarina


Defesa do ex-prefeito disse que decisão da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo não é razoável e que irá recorrer.


No encontro coordenado pelo deputado Peninha, Bolsonaro e Ministro Tarcísio confirmaram que o Estado terá aporte para as obras prioritárias de Infraestrutura






Endereço: Avenida 21 de Janeiro, 1845, Centro - Pomerode SC
Fone: (47) 3387-6420 | Whatsapp: (47) 99227-2173 | jornalismo@testonoticias.com.br
Sobre o jornal | Facebook | Instagram | YouTube