Segurança no trânsito

Medidas buscam mais segurança no trânsito

12 Julho 2019 11:09:00

Fiscalização eletrônica volta a funcionar no dia 15 de julho

Foto: Matheus Kurth/Testo Notícias

No dia 15 de julho, segunda-feira, a fiscalização eletrônica por redutores de velocidade e semáforos será retomada em Pomerode. O principal objetivo, segundo a Getran, é proteger a vida da população e inibir o aumento preocupante no número de acidentes de trânsito contabilizado por dados da Polícia Militar. De janeiro a maio de 2019, período em que a fiscalização eletrônica estava desligada, após o encerramento do antigo contrato, houve um aumento de 37% em relação a 2017 e 38,6% em relação a 2018.

As adequações para o reinício da fiscalização vêm sendo feitos ao longo dos últimos meses. Os equipamentos estão ligados desde a sua instalação para que desempenhem o papel educativo, permitindo que os motoristas se acostumem com os pontos de fiscalização.

De acordo com a Gerência de Trânsito de Pomerode, uma das principais medidas tomadas após a realização do estudo técnico é a adequação dos limites de velocidade. Num primeiro momento, o principal eixo urbano da cidade - que tem início na Rua Presidente Costa e Silva, número 2085, próximo ao Clube Primavera, até o semáforo da Polícia Militar, no Centro - teve a velocidade máxima padronizada em 50km/h. Fatores como o alto fluxo de veículos foram determinantes para que a mudança começasse por esse trecho. "Temos uma média de 15 mil veículos transitando por dia próximo ao Portal Norte", explica o agente de trânsito, Luiz Henrique Frotscher.


Já a definição pela velocidade de 50km/h é fruto de um estudo mais aprofundado que leva em consideração dados da Organização das Nações Unidas (ONU) e do Observatório Nacional de Segurança Viária. "O trabalho da Getran é feito com o objetivo de salvar vidas, a segurança da comunidade foi a linha condutora de todas as adequações realizadas. Temos números resultantes de estudos que podem ajudar a salvar vidas. Por exemplo, em caso de atropelamento, para cada 5% a mais de velocidade, diminui em 30% a chance de sobrevivência".

Outras localidades passarão por adequações, elas serão feitas em conjunto com a Funpar, que está confeccionando o Plano de Mobilidade Urbana para Pomerode. "Em Testo Alto, por exemplo, a velocidade que atualmente é de 60km/h em alguns trechos tende a ser ajustada futuramente para 50km/h, já que aquele é um local com grande circulação de turistas e ciclistas", explica.

Mesma via, duas velocidades 

Uma das principais dúvidas da população pode ser exemplificada com o caso da Avenida 21 de Janeiro. No trecho logo após o semáforo que fica próximo à Polícia Militar. Para quem transita no sentido Sul, indo em direção ao Centro de Educação Infantil Nossa Senhora de Fátima, a velocidade é de 40 km/h. Já no sentido contrário, para quem segue da Câmara de Vereadores em direção ao Semáforo, é de 50km/h. Por que isso ocorre?

De acordo com Luiz, essa é uma questão técnica. "Acontece que precisamos respeitar os critérios impostos pela Resolução 396. Segundo ela, a velocidade deve ser regulamentada em um trajeto de 100 a 300 metros antes do ponto efetivo da fiscalização. Ou seja, o motorista precisa ser avisado de 100 a 300 metros antes sobre qual a velocidade fiscalizada pelo equipamento. Também contribui para essa variação o número de carros que transita no sentido Sul, que é o dobro daquele medido no sentido Norte. Além de termos duas unidades de ensino naquele lado da via. Por todos esses motivos, há essa variação de velocidade".



Semáforos

Outro fator importante é ressaltar que todos os semáforos da cidade estão programados para possuir fiscalização eletrônica em quatro eixos: limite de velocidade (50km/h); avanço de sinal, parada sobre faixa e sistema OCR, que é a Leitura Automática de Placas (LAP). Todos os órgãos envolvidos em Segurança Pública têm acesso às imagens.

Tolerância

Existe uma margem de tolerância de sete quilômetros por hora na fiscalização eletrônica. Isso quer dizer que o motorista só será notificado se passar oito quilômetros acima da velocidade permitida. Portando, em um local onde a velocidade máxima permitida é de 40km/h, o motorista só será penalizado se passar pelo radar com velocidade igual ou superior a 48km/h. Passando a 48km/h, são descontados os sete quilômetros de tolerância e a velocidade considerada é a de 41km/h. 


LEIA TAMBÉM






Endereço: Avenida 21 de Janeiro, 1845, Centro - Pomerode SC
Fone: (47) 3387-6420 | Whatsapp: (47) 99227-2173 | jornalismo@testonoticias.com.br
Sobre o jornal | Facebook | Instagram | YouTube