Projeção

Antecipação do 13º dos servidores injeta R$ 1,7 milhão na economia

Primeira parcela do benefício será depositada na sexta-feira, dia 12

Foto: Janaina Possamai
Antecipação: secretário Genrado Riemer, explica que a medida foi instituída pela atual gestão

A economia pomerodense deve receber nos próximos dias uma injeção de mais de R$ 1,7 milhão. Isso porque a Prefeitura antecipará para sexta-feira, dia 12, o pagamento da primeira parcela do 13º salário dos servidores públicos.

O secretário de Gestão Administrativa e Fazendária, Genrado Riemer, explica que essa é uma medida instituída pela atual gestão desde 2017. Os principais motivos são trazer benefício aos servidores, aquecer a economia local e contribuir com a organização financeira da administração municipal. "Já programamos a reserva mensal deste valor para podermos dividir o pagamento em duas parcelas, a primeira em julho e a segunda em dezembro. Desta forma evitamos uma sobrecarga no fim do ano, quando temos também outras despesas", esclarece Riemer.

O secretário ressalta que a medida não apenas beneficia os colaboradores como também estimula a economia. "Entendemos que o servidor pode, desde já, decidir se investe, economize ou utiliza o dinheiro. Neste mesmo sentido, sabemos que muitos deles optarão por realizar compras, pagamentos e até mesmo reformas, incentivando nosso comércio".

Pomerode possui atualmente 1.007 servidores público (entre celetistas, estatutários, comissionados...). Todos terão a primeira parcela depositada em conta, o valor total será de R$ 1.754.000,00. Para o prefeito de Pomerode, Ércio Kriek, é fundamental valorizar a contribuição de cada um dos servidores. "Um dos maiores orgulhos da nossa gestão é estar em dia com todos os nossos fornecedores. Da mesma maneira, com os nossos servidores. Antecipar parte do 13º é fomentar a economia mas, antes de tudo, valorizar aqueles que estão ao nosso lado, nos diferentes setores e funções do funcionalismo público". 

R$ 830 mil de FPM extra

No dia 9 de julho, todos os municípios receberam 1% extra do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) instituído pela Emenda Constitucional nº 84/2014. Para Pomerode isso representa R$ 840.375,27 (R$ 831.971,52 líquidos).  

No total, a conquista do movimento municipalista deve representar o depósito de pouco mais de R$ 160 milhões nas contas das 295 prefeituras catarinenses, segundo estimativa da Federação Catarinense de Municípios (Fecam).

A previsão da entidade é feita com base na arrecadação normal do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e do Imposto de Renda (IR) de julho de 2018 a Junho de 2019.

O repasse adicional de 1% é fruto da aprovação da Emenda Constitucional 84, de 2014. O secretário de Gestão Administrativa e Fazendária de Pomerode explica que como o valor foi repassado nos últimos cinco anos, já era previsto pelo orçamento municipal. 


LEIA TAMBÉM


Ele falou sobre desafios, conquistas e a decisão de ser pré-candidato à prefeito de Pomerode


Acidente aconteceu na Rua Mauá, Centro de Pomerode


Liturgia ecumênica pode ser acompanhada pelo canal da Secretaria de Educação Pomerode no YouTube


As informações são do Atlas da Mata Atlântica, iniciativa da Fundação SOS Mata Atlântica e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)




Endereço: Avenida 21 de Janeiro, 1845, Centro - Pomerode SC
Fone: (47) 3387-6420 | Whatsapp: (47) 99227-2173 | jornalismo@testonoticias.com.br
Sobre o jornal | Facebook | Instagram | YouTube