Receptividade

A Rede Feminina acolhe a todos

Ingomar Krueger teve câncer e realiza o procedimento da Luva

Foto: Arquivo pessoal
Batalha: Ingomar luta contra câncer desde 2006.

Poucas pessoas sabem qual a gama de tratamentos e terapias alternativas que a Rede Feminina de Combate ao Câncer de Pomerode (RFCC) proporciona. Porém, ainda menos pessoas sabem que a Rede ajuda não só mulheres, mas também homens. Um desses auxiliados é Ingomar Krueger, de 52 anos, que realiza semanalmente a terapia com a Luva, para ajudar na drenagem do braço.

Em 2006, ele foi ao médico para avaliar uma pinta preta no braço esquerdo, que estava aumentando de tamanho. Após os exames, descobriu um melanoma, tipo de câncer de pele. Em seguida foi realizada uma cirurgia para a retirada e acompanhamento durante cinco anos, tempo em que transcorreu tudo bem.

Porém, em novembro de 2017, ele reparou em uma bolinha na axila esquerda. Foi ao médico, realizou os exames, mas no resultado não havia nada. Como a bolinha não tinha diminuído, em janeiro de 2018 voltou ao médico e fez a biopsia que resultou em um linfoma nos nódulos, outro tipo de câncer.

Ingomar diz ter se assustado e ficado um tempo apreensivo com o resultado, mas isso não se deixou abalar. Fez novamente uma cirurgia, em junho de 2018 e realizou 32 sessões de radioterapia, indo e voltando todos os dias de Blumenau.

Como ele retirou as ínguas do braço esquerdo, o sangue não era mais drenado, fazendo com que o braço ficasse inchado. Por isso, após o procedimento de retirada, teve que realizar fisioterapia para auxiliar na recuperação. Foi neste momento que o fisioterapeuta o informou que a Rede Feminina de Pomerode realizava o procedimento da Luva e que o ajudaria muito na recuperação.

A Luva é um aparelho de compreensão pneumática que auxilia no processo de drenagem, ativando o retorno linfático. Para que ele pudesse começar o tratamento, precisou de uma prescrição do fisioterapeuta. Até hoje, Ingomar realiza semanalmente, nas quartas-feiras, a drenagem. "Isso me ajudou muito, porque se eu não ficar levantando o braço, ele não drena", explica.


Arquivo pessoal /Recuperação: Ingomar realizando a Luva na Rede.

Sobre o atendimento, o paciente demonstra profunda gratidão. "Somos bem atendidos por todas, com todo o coração, não tenho palavras. Realmente estão todos de parabéns, a Rede e as voluntárias, sempre tratando a gente bem, isso ajuda muito na recuperação".

Em relação ao câncer, Ingomar continuou acompanhando após a cirurgia mas, após um tempo, o nódulo cresceu novamente e começou também a aparecer nas ínguas, localizadas no pescoço.

Com isso, começou a fazer a quimioterapia, realizando duas sessões, aliada a terapia subcutânea. Isso fez com que os nódulos sumissem, porém, após algum tempo, apareceram novamente. Neste momento, ele estava com uma bolinha no pescoço, na axila, no pâncreas e na calda do mesmo.

Ingomar está na quarta sessão de quimio e também na 10ª sessão de imunossupressão. Quando fez a oitava, no mês passado, realizou o pet-scan, exame que indica com precisão a evolução do câncer. A notícia não poderia ser melhor: "Graças ao bom Deus está sumindo. Desapareceu na axila, no pescoço e na calda do pâncreas. A outra bolinha do pâncreas diminuiu muito também".

Ao contar sobre o ocorrido, Ingomar se emocionou por estar vencendo mais essa etapa. "Isso me deixou muito contente, tenho muita fé em Deus que dessa vez vai dar certo. A vitória já está garantida, tenho certeza", diz ele, orgulhoso.

Imagens


LEIA TAMBÉM


Conheça os ganhadores dessa primeira etapa e saiba quais são as datas dos próximos sorteios


Confira a previsão do tempo para o fim de semana


Ela teve todas as cadeiras viradas e escolheu o time Iza






Endereço: Avenida 21 de Janeiro, 1845, Centro - Pomerode SC
Fone: (47) 3387-6420 | Whatsapp: (47) 99227-2173 | jornalismo@testonoticias.com.br
Sobre o jornal | Facebook | Instagram | YouTube