Caropreso.jpg
Dr. Vicente Caropreso

Flexibilização do isolamento

Embora muitos, com razão, estejam protestando contra o isolamento social, há fatores que devemos levar em consideração. 

Em alguns estados brasileiros, onde a população não aderiu ao isolamento social na hora certa, como Ceará, Amazonas e Pernambuco o sistema de saúde está entrando ou já entrou em colapso. Os leitos de UTI disponíveis para atender os casos de coronavírus estão todos ocupados e a sua falta faz com que médicos tenham que deixar de atender alguns pacientes por absoluta ausência de condições - isto já está ocorrendo também nas grandes cidades, como Rio de Janeiro e em alguns hospitais da grande São Paulo, que tiveram de fazer às pressas hospitais de campanha para levar esses pacientes.

Em Santa Catarina, graças ao isolamento social instaurado em tempo hábil, conseguimos achatar a curva da contaminação e evitar o colapso no serviço de saúde que uma explosão no contágio poderia ter provocado.

Vencemos a primeira batalha, mas a guerra ainda não terminou!

A retomada das atividades econômicas, com a abertura do comércio e dos negócios de prestação de serviços trará o consequente aumento na circulação de pessoas e, com isso, os riscos de contaminação serão muito maiores.

Por isso, devemos triplicar os cuidados com a prevenção.

Quem puder, fique em casa!

Quem pertencer a algum dos grupos de risco: terceira idade ou portadores de comorbidades como diabetes, doenças cardiovasculares ou outras, também deve manter o isolamento.

Quem precisa sair, tem a dupla responsabilidade de cuidar de si e de não levar o vírus para casa.

Por isso repito a cada um o pedido que use máscara, mantenha distância das outras pessoas, lave ou higienize as mãos sempre que tocar em objetos de uso coletivo e não use dentro de casa o calçado e a roupa usados na rua.

A guerra contra o vírus não terminou e o risco de contágio agora vai ser maior.

Somente unidos e com solidariedade, poderemos reduzir ao máximo possível o impacto do vírus e vencer essa luta.

Cuidem-se bem!



LEIA TAMBÉM





Endereço: Avenida 21 de Janeiro, 1845, Centro - Pomerode SC
Fone: (47) 3387-6420 | Whatsapp: (47) 99227-2173 | jornalismo@testonoticias.com.br
Sobre o jornal | Facebook | Instagram | YouTube