Francielle.jpg

Entre Aspas

O mundo das redes sociais e as reclamações

O advento das redes sociais tem dado certa liberdade, até às pessoas mais tímidas, mais “quietas” e até espaço para a autopromoção. Tem dado coragem demasiada em ameaçar pessoas e denegrir imagens de órgãos públicos, entidades, empresas.
Prova disso é quando pessoas que não têm conhecimento dos fatos tentam discursar sobre situações que não existem contraprovas. Exemplo disso é a quantidade de prisões por embriaguez que tem sido registrada em Pomerode. 19 só neste ano. O número, para muitos, pode parecer singelo e quase insignificante para uma população de cerca de 30 mil habitantes.
Porém, se todos bem sabem, ou pelo menos uma grande e boa maioria, dirigir embriagado é crime - Lei 12.760 de 20 de dezembro de 2012 - logo, deveriam saber que quem desobedece essa lei, vai preso. Esse trabalho também compete à PM, prender esses bandidos. Sim, bandidos, pois andam na contramão do certo, do que é legal. 
Porém, o que acontece, é que essa criminalidade ao volante, que causa acidentes, mortes, tristezas, não é interpretada dessa maneira. Há pessoas criticando o trabalho da PM em fiscalizar o trânsito, sob a justificativa de que, “enquanto a polícia realiza blitz e bafômetros, carros são arrombados, casas assaltadas” e outros crimes são realizados. Ora, caro leitor. Pelo que está na Legislação, beber e dirigir também é crime. Não é o motivo dessa infração poder ser afiançável, que torna o cidadão bêbado ao volante, menos criminoso do que um assaltante.
Não somos hipócritas em não perceber que a criminalidade tem seus registros na cidade. Afinal, somos um veículo de comunicação e reportamos os crimes - inclusive acidentes causados por pessoas embriagadas - que acontecem em Pomerode. Porém, a criminalidade não aumenta apenas aqui; aumenta no Sudeste, no Norte. Em cada canto do país, essa é uma máxima norteada pela falta de legislação mais punitiva, mais severa. 
Parece que em Pomerode, a Lei deve ser cumprida, sim. Para os outros. Para “mim” não, pois se for aplicada a mim o órgão será denegrido nas redes sociais.
O problema do efetivo, tanto na PM, quanto Getran e também Polícia Civil, são sabidos pela maioria. E isso não é, também, exclusividade de Pomerode. Faltam policiais, falta estrutura, faltam equipamentos. Isso é responsabilidade do Estado.
Mas a grande questão é que na maioria das vezes em que a Polícia Militar realiza barreiras, alguém é preso por estar embriagado. Ou seja, esse é mais do que um problema social. É um problema em que as pessoas desafiam as leis e são pegas. E presas. E isso não é errado, afinal. É apenas a lei sendo cumprida. Pois, se houvesse respeito à legislação, à prova da “Lei Seca” policiais não precisariam se preocupar em pegar bêbados ao volante. Bêbados e bandidos. Sim, bandidos, pois não honram a Constituição, o Código de Trânsito e “por um copinho de cerveja”, mata


LEIA TAMBÉM






Endereço: Avenida 21 de Janeiro, 1845, Centro - Pomerode SC
Fone: (47) 3387-6420 | Whatsapp: (47) 99227-2173 | jornalismo@testonoticias.com.br
Sobre o jornal | Facebook | Instagram | YouTube