Prates.jpg
Luiz Carlos Prates

Opinião

11 Fevereiro 2019 11:00:00

Fome de pai

A manchete era exatamente esta: - "Fome de pai" deixa meninos aflitos". Ela cruzava a capa de um jornal de São Paulo, era de uma reportagem sobre a falta de exemplos de pai, a falta de um pai companheiro, amigo, amoroso e... durão, disciplinador. Os jovens dizem que não querem saber desse tipo de pai, mas dizem da boca para fora. Na verdade, sentem fundamente a frieza, a distância e o falso amor dos pais de hoje, regra absolutamente geral, garanto. O que você mais vê por aí são pais falsamente amorosos, preocupados, isso e mais aquilo, tudo "fake dads", falsos pais.

Essa manchete de que trato e a reportagem do jornal paulista está comigo faz alguns anos, mas... voltei a ela porque a manchete nunca esteve tão em moda quanto hoje. Dia destes, falei aqui da orfandade de jovens de pais vivos e a ausência na vida desses jovens de bons exemplos, exemplos que provocando admiração levam à imitação. Pobres pessoas as que não têm exemplos, líderes, modelos a serem seguidos.

Já disse aqui que a pior imitação é a imitação de nós mesmos, mas também sei que está na moda dizer que não queremos modelos alheios, queremos ser nós mesmos... Mentira. No caso dos jovens, eles andam desamparados, olhando para os lados da vida e não vendo ninguém a provocar admiração e, provavelmente, uma saudável imitação. No passado, tínhamos os velhos da família, um professor, um artista, alguém, enfim, a nos motivar ao ponto de querer ser como um deles. Isso acabou, não há mais exemplos. De minha parte, como narrador de futebol, não sei o que teria sido de mim sem os exemplos do locutor Jorge Alberto Mendes Ribeiro. Segui-o ao ponto de ser muitas e muitas vezes confundido com ele. Isso também desapareceu no rádio, na tevê, em sala de aula, há por aí um deserto do Saara... E nas universidades, Santo Deus, onde é a saída... mais que deserto.

Para concluir, dia destes o Papa Francisco foi ao Panamá falar para 250 mil jovens, de 170 países, na 34ª Jornada Mundial da Juventude. Muitos se surpreenderam com tantos jovens para ouvir um "padre". Não, o Papa é mais que um padre, é um exemplo. E os jovens não são burros, gostam de bons exemplos, todavia, coitados, em suas vidas caseiras andam "órfãos". Que pena.

ALMA 

Dia destes, aqui no Estado, um velho canalha matou com uma enxada a uma cachorrinha vira-lata. Eu o queria na minha delegacia... Mas ouvi uma mulher dizendo que no "livro santo" (???) está dito que os animais não têm alma, logo, não valem nada... Ah, é? E quem disse que os humanos têm alma? O que é alma? Provem-me. Ora, vão se deitar sobre um arame farpado. Quem maltrata animais vai conhecer o "inferno" em vida. Vai.

PENA 

A melhor punição para quem entra em processos de corrupção, como todos os canalhas condenados na Lava Jato, é tirar tudo deles, todos os bens materiais, deixá-los sem nada. Não há outra punição, prendê-los é perda de tempo, o dinheiro está lá fora, está no nome de um filho, está, enfim, bem longe dos bolsos do operariado pobre que paga viabiliza os canalhas. Tirar tudo deles.

FALTA DIZER 

Temos todo o controle sobre nossos pensamentos e ações, mas... Não temos nenhum controle sobre os resultados deles. Logo, se agirmos sempre no bem, comprometidos com o correto, podemos deitar e dormir, o que virá depois não é de nossa responsabilidade. Raríssimos agem assim, você conhece alguém?



LEIA TAMBÉM



Endereço: Avenida 21 de Janeiro, 1845, Centro - Pomerode SC
Fone: (47) 3387-6420 | Whatsapp: (47) 99227-2173 | jornalismo@testonoticias.com.br
Sobre o jornal | Facebook | Instagram | YouTube