ColunaIsma.jpg
Ismael Ewald Limberger

Coluna do Isma

03 Maio 2019 09:29:00

SC = Senhora Calamidade

Sim, passei a crer que a sigla SC tenha se transformado na abreviação do estado das nossas rodovias estaduais que, honestamente, estão viradas em uma "Senhora Calamidade". Abandonadas, elas se degradam a cada dia, trazendo risco à vida e prejuízo aos bolsos. No trecho que liga Pomerode a Jaraguá do Sul, o barranco cedendo às margens do asfalto assusta e anuncia o futuro da situação. Enquanto isso, o anúncio em alto e bom tom é: não temos dinheiro. Todos sabem que o cinto está apertado com relação à economia, mas há tanto dinheiro sendo gasto desnecessariamente que fica difícil engolir a desculpa. Quando haverá dinheiro? Quando a rodovia for barranco abaixo levando vidas consigo?

Saúde  

A situação está mais do que feia para a Saúde, o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) instaurou um inquérito civil para apurar a ameaça de paralisação dos centros e UTIs dos Hospitais Públicos do Estado, em função da dívida de R$ 334 milhões com fornecedores, referente aos anos de 2017 e 2018.

Na reunião com o promotor no dia 12 de abril, o secretário da Saúde, Elton Zeferino, confirmou que está enfrentando problemas com as dívidas dos anos anteriores. Disse ele que está conseguindo manter os serviços atuais, mas nada sobra para quitar o montante em atraso. Pergunto, nessa situação, foi sábio diminuir o investimento em Saúde? Há a economia inteligente e há o contrário disso... Deixo a você a tarefa de encontrar o antônimo para a frase.

Vão-se as ADR's, ficam as... 

Uma das principais bandeiras do novo governo do Estado, a desativação das ADR's foi concluída no fim do mês de abril. No entanto, o governo anunciou o reaproveitamento das estruturas. De acordo com o anúncio, o objetivo é manter a prestação dos serviços à população. As definições teriam levado em conta a análise técnica, primando pelos serviços de saúde, educação e infraestrutura. Em um segundo momento, foram privilegiadas instituições estaduais que atuam nestas cidades, mas que ocupavam instalações alugadas. "A intenção da reocupação também caracteriza uma preocupação do governador com o patrimônio do Estado, já que nenhuma sede ficará obsoleta", destaca o secretário da Administração, Jorge Eduardo Tasca.

Serão reocupados os prédios de Blumenau, Chapecó, Campos Novos, Concórdia, Criciúma, Curitibanos, Itajaí, Jaraguá, Joaçaba, Joinville, Lages, Mafra, Maravilha, Rio do Sul, São Lourenço, Tubarão, Videira e Xanxerê. Precisamos ficar de olho para que esses locais não se tornem novamente a sede oficial dos cabides de emprego.


LEIA TAMBÉM






Endereço: Avenida 21 de Janeiro, 1845, Centro - Pomerode SC
Fone: (47) 3387-6420 | Whatsapp: (47) 99227-2173 | jornalismo@testonoticias.com.br
Sobre o jornal | Facebook | Instagram | YouTube