Especial de Natal

Um milagre de Natal

21 Dezembro 2018 14:22:00

Quando a fé é mais forte

Foto: Arquivo Pessoal
Wilson Fischer e sua esposa Úrsula

A história ocorreu no Natal de 2017 e em um manuscrito ele relatou um dos momentos mais difíceis já vividos pelo casal. Muito religiosos, Úrsula Rahn e Wilson Fischer receberam o convite de uma amiga que ia a uma excursão para Trindade, em Goiás. "Como não tínhamos mais nenhum compromisso nesta ocasião partimos nesta excursão para a cidade do Divino Pai Eterno, que era nosso sonho antigo".

Depois de 23 horas de ônibus eles chegaram ao destino. Caminharam o dia inteiro em visita aos locais históricos. No dia seguinte foram para Caldas Novas, em Goiás. Novamente, caminharam muito e já era dia 27. "A minha esposa pediu para descansar após o almoço e por volta das duas horas da tarde acordou com fortes dores abdominais. Uma senhora que entendia de enfermagem passou uma medicação e aguardamos até o dia seguinte". No dia 28, próximo ao horário do almoço, sentiu novamente fortes dores. "Liguei para meu filho, também farmacêutico, que disse ser melhor chamar o Samu. E assim fiz". A médica que atendeu Úrsula pediu exames de rotina e o resultado foi nó no intestino de um lado e aderência pós-cirúrgica em outro ponto. A indicação era cirurgia imediata. "Contestei e pedi a liberação dela para voltarmos para Santa Catarina. Não fui atendido e seguraram-na por três dias 29,30 e 31 (aniversário dela). Após muita insistência liberaram ela". Eles pegaram um taxi até o aeroporto de Goiânia e coincidentemente, o piloto da companhia aérea era de Pomerode.

Já em Navegantes, o cunhado do filho os levou direto ao Hospital Santa Catarina, em Blumenau. Após uma bateria de exames a recomendação foi cirurgia, porém faltou UTI, necessária neste caso. O médico informou que a UTI vagaria somente às 17 horas. "Tomei a iniciativa de pegar a mão dela e em uma tentativa de confortá-la disse: Vamos rezar e tudo vai ficar bem. Quando olhei para os lados mais pessoas se juntaram a nós e de braços dados todos oravam em voz alta clamando o Pai Nosso e Ave Maria". Naquele momento de muita fé e sintonia com o Pai Celestial eles foram interrompidos pelo médico que disse que tinha surgido uma vaga. "Vamos embora minha paciente, que surgiu uma vaga na UTI". Ela respondeu: "Doutor eu não vou morrer, né? Quero fazer muita coisa boa ainda". Neste momento todos se emocionaram e ficaram comovidos com a resposta do médico: "Eu não estudei para matar ninguém. Vamos orar juntos, pois eu vejo que a senhora é uma pessoa de muita fé".

Após uma hora e meia de cirurgia ela foi para UTI e depois de cinco horas, o marido amoroso e preocupado com a situação pôde ficar perto da esposa. Foram 16 dias internada no hospital, quando comemoraram o aniversário dela, no dia 31 de dezembro e os 40 anos de casados. "Foi a comemoração de aniversário de casamento mais inesquecível de nossas vidas".

Ainda emocionado ao recordar a história, o marido lembra: "Hoje estou com a minha joia em casa e tivemos muitas surpresas". A recuperação exigiu repouso. Todos os parentes e amigos, filhos, noras e netas ajudaram nos momentos mais difíceis. "Esta é nossa mãe forte que amamos de paixão", disse Fischer em nome dos filhos Ricardo José, Fabiana Endgel e Jáder Luís Fischer, e das netas Bruna Carolina Burkhardt e Júlia Andressa Burkhardt.


LEIA TAMBÉM




O evento será destinado à confraternização das escolas municipais


Aparelho que veio para revolucionar a disfunção erétil, único no estado, apresentado em Pomerode através do Dr. Norbert





Endereço: Avenida 21 de Janeiro, 1845, Centro - Pomerode SC
Fone: (47) 3387-6420 | Whatsapp: (47) 99227-2173 | jornalismo@testonoticias.com.br
Sobre o jornal | Facebook | Instagram | YouTube