Bodas de Ouro

Em música, sonhos e companheirismo, o segredo para uma união inspiradora

Érico e Emma Schroeder construíram uma vida repleta de amor e compreensão

Por redação Testo Notícias
Foto: Arquivo pessoal
Companheirismo: Érico, seu radinho e o grande amor de sua vida, Emma.

O casal Érico e Emma Schroeder dá sentido à frase: "O amor nasce de um simples olhar e depois passa para o coração". A história deles começou antes mesmo de saberem o nome um do outro. Érico trabalhava como motorista de um caminhão da prefeitura e toda vez que passava pela casa de Emma, buzinava. Em retribuição, Emma acenava para ele.

Certo dia a mãe dela presenciou a cena e questionou do que se tratava, Emma então respondeu: "deixa ele mãe, um dia ele ainda vai ser o meu namorado". Como se conhecesse os rumos do destino, ela acertou em cheio.

Meses mais tarde, no dia 23 de novembro de 1969, se encontraram em uma tarde dançante realizada na Sociedade 1º de Maio. Emma lembra com carinho o fato de que Érico chegou ao local em uma bicicleta vermelha, além disso, vestia também uma camisa vermelha listrada. A cor se tornou a favorita dele.

O encontro não poderia ter sido melhor e o namoro iniciou logo em seguida, com a aprovação da mãe de Emma para que Érico a visitasse. Ele recorda que certo dia houve um temporal e as ruas ficaram alagadas, mas o fato não o desmotivou de cumprir o compromisso combinado com a então namorada, ele enfrentou a enchente para vê-la. Érico e Emma casaram no dia 21 de novembro de 1970. Em uma festa simples, mas muito animada.

Se você leu até aqui, pode pensar que nossa equipe entrevistou o casal que está prestes a completar 50 anos de casados, a tão honrosa Boda de Ouro, mas essa não é a realidade. Todas as informações contidas nessa matéria foram coletadas através da família nascida da união de Érico e Emma. Uma homenagem feita a partir do olhar de quem construiu a vida tendo como base o amor e os ensinamentos compartilhados pelos dois.


Arquivo pessoal /Amor que não se mede: casal comemora 50 anos de união.

A família do casal começou a aumentar em 1971, com o nascimento do primogênito Cláudio. Em 1978 a família celebrou a chegada da segunda filha, Marciana. Anos mais tarde chegaram os netos, trazendo ainda mais alegria. Em 1994 nascia Ana, em 2002 Luis Felipe e, em 2011, o caçula Vitor Gabriel.

Em comum nas lembranças de infância dos três netos, estão os momentos vividos ao lado do "opa e da oma": o trabalho na roça , o cuidado e apego com o bichos e escutando muita música no radinho do opa.

O rádio de Érico, aliás, é um capítulo a parte nessa história. O costume de escutar músicas e notícias rendeu a ele o apelido de "homem do radinho". A família brinca que se ele pode até não passar 24 horas do dia com o rádio no bolso, mas certamente chega a pelo menos 20 horas diárias.

O hábito do marido, por vezes, se tornou um teste de paciência para Emma. Por estar sempre sintonizado, Érico nem sempre ouve quando estão falando com ele. Por isso, não se assustem se chegarem na casa dos dois e escutarem Emma gritando com ele, não é falta de romantismo, apenas a forma que encontrou para que ele a escute.

Cada um dos dois tem seus gostos e manias, mas o respeito e o apoio mútuo reinam na convivência entre eles. Érico sempre foi e segue apaixonado pela criação de gado, e Emma sempre o apoiou e ajudou nisso.


Arquivo pessoal /Lembrança: registro da comemoração de bodas de prata.

Segundo a família, o apego entre os dois é difícil de descrever, pois fazem jus ao juramento: "na saúde e na doença". Isso ficou muito claro em 2019, quando infelizmente Emma adoeceu. Os familiares se revezavam para cuidar dela no hospital, mas todos eles ouviam o mesmo pedido: por Erich. Em contrapartida, ele não continha as lágrimas, com receio de que o pior acontecesse e tivessem que se separar. Momentos como esse fortaleceram a fé do casal e lhes deram a confiança de que podem encarar tudo, até onde Deus os permitir, com uma certeza: sempre juntos.

No brilho do olhar, nos gestos e no ensinamento de afeto passado às gerações da família, a história de Érico e Emma é a prova de que o amor é construído com respeito mútuo, paciência, gentileza e muito companheirismo. Felicidades, saúde e muitas alegrias ao casal. 

Imagens


LEIA TAMBÉM




O evento será destinado à confraternização das escolas municipais


Aparelho que veio para revolucionar a disfunção erétil, único no estado, apresentado em Pomerode através do Dr. Norbert





Endereço: Avenida 21 de Janeiro, 1845, Centro - Pomerode SC
Fone: (47) 3387-6420 | Whatsapp: (47) 99227-2173 | jornalismo@testonoticias.com.br
Sobre o jornal | Facebook | Instagram | YouTube